VOCÊ NEM IMAGINA

by Fellini

/
1.
2.
03:18
3.
02:47
4.
03:14
5.
03:16
6.
7.
8.
01:48
9.
10.
03:31
11.
03:51

about

Sixth album by Fellini, a sort of 'best of' with studio 'live' rerecordings of Fellinis 'greatest hits', released in 2010 by BRSounds.

credits

released February 19, 2010

Cadão Volpato – Voz
Jair Marcos – Guitarra, backing vocals
Ricardo Salvagni – Baixo
Thomas Pappon – Guitarra, backing vocals
+
Clayton Martins – Bateria

Gravado por Rainer Pappon no Studio Paris, São Paulo, em 21 de agosto de 2009
Mixado por Thomas Pappon na Sunray Garage, Londres, outubro/novembro de 2009

Massacres da Coletivização*
Clepsidra
Nada
LSD
Ambos Mundos*
Funziona Senza Vapore
Chico Buarque Song
Pai *
Zum Zum Zum Zazoeira*
Teu Inglês+
Rock Europeu

músicas de Pappon, Marcos, Salvagni, Volpato
* Pappon, Salvagni, Volpato
+ Pappon, Volpato

músicas editadas por basementbrazil.net

tags

license

all rights reserved

about

Fellini São Paulo, Brazil

Formed in São Paulo in 1984, one of the better known bands of the local indie scene of the mid-1980s (and having a cult following to the present day), Fellini began as a straightforward post-punk band influenced by The Stranglers and Durutti Column, but would gradually develop a eclectic sonority that mixed post-punk with MPB and samba rock, acquiring an unique, almost non-descript musical style. ... more

contact / help

Contact Fellini

Streaming and
Download help

Track Name: Massacres da Coletivização
Eu não tenho mais fotos dessa época
Mas vira e mexe a gente dava uma festa
A ilha na cidade
A araponga e a serra
E não mais barbear-se
A última esperança da Terra

Se eu pedia socorro eles vinham
Mas quase sempre se vive sozinho

Não se viram mais ônibus
Ninguém ao pé do rádio
Onde o artista vizinho
Vai cortar seu ouvido
A saggração da primaavera
A manhã no hospício
O sonho da quimera
E não tens
Toca-discos

E onde tocarão meus discos
Sem fortuna e sem amigos

Alguém me ajuda a voltar
Num lombo de burro
E dá uma festa ao chegar
Do passado ou futuro
Alguém me ajuda a voltar
Num lombo de burro
E dá uma festa ao chegar
Do passado ou futuro
Track Name: Clepsidra
É
O tempo voa
Na festa de fim de ano os corredores
Passando lá fora
É
Que maratona
Meu pai também correu quando jovem
Na São Silvestre da memória


É
O tempo voa
Uma música chamada Clepsidra
No festival da escola
É
Ars longa vita brevis
Dela só espinhos e nos filmes
As mulheres tão leves

É
O tempo voa
As pegadas do homem na lua e a visita
Do meu pai ao navio

É
Que monte de coisa
Ela morre mas retorna um dia
Transformada em garoa
Track Name: Nada
Nada na minha casa
Nada no horizonte
Nada na sua casa
Nada na caixa de pandora

Nada te perturba
Nada no conjunto
Nada atrás do biombo
Nada na espuma do café

Nunca aos domingos
Nada nas flores
Nada na sinagoga
Nada na noite fria de verão
Track Name: LSD
Eu tomei um LSD
Uma segunda-feira
Faz dois anos
Eu me lembro
Estava sem você
Os jasmins brilhavam como círios
Os jasmins brilhavam como círios

Desenhei o cosmo
à minha imagem
Santo e barulhento
Como um sino
Tatalante e leve
Uma bandeira
Dentro de um relógio suíço
Dentro de um relógio suíço

LSD
O LSD

Eu tomei um LSD
Chamei você no telefone mudo
Dentro de um cartaz
Da Aeroflot
Triturando a noite
Um moinho
Triturando a noite
Um moinho

LSD
O LSD
Track Name: Ambos Mundos
Se eu não trabalhava
Alguém dava duro
E não faltava grande coisa lá em casa

El caimán barbudo
Sentava na própria cauda
À meia-noite
Enquanto você sonhava

Depois do batente
Venus descansava
Marte sempre cortê
Jogava cartas
Preto era o céu
Bom de se olhar
Onde Três Virgos queriam
Se arrumar

Se você passava
Uma semana na praia
E depois voltava
Mesmo assim a gente dava uma pequena pausa
E em ambos mundos se ajeitava
Track Name: Funziona Senza Vapore
Ninguém é perfeito
Ninguém é perfeito
Eu quis ser
Socialista
Socialista
Socialista

Funziona senza vapore

Eu vi uma ema
No Palácio da Alvorada
Um ex-skinhead falava
De sua namorada
De como gostava
Dela ser tapada
De como gostava
Dela ser taoada

Funziona senza vapore
Track Name: Chico Buarque Song
The shining eyes of a rabbit
cross the way you take to leave
your home
and people said that you're
alone
and the day begins in shadows

shine, shine inside you eyes my
foolish eyes

i'm waiting for your beautiful
smile
a yellow cab in the morning sun
do you still hear Chico Buarque
at night?
you natural look arriving...

shine, shine inside your eyes
my foolish eyes
Track Name: Pai
Pretendo ter dois lindos filhos
Uma menina e um robusto menino
Botar eles na escola desde o princípio
Mandas às favas os vizinhos
À noite ouvem nossos ruídos
O que eles têm eles põem no cofre
Um filho uma árvore um livro
Herança de gente muito pobre

E terminar todas as fábulas
Quando eu sair da chaminé
Depois montar na bicicleta
Esperar que eles criem calos nos pés

À noite ouvem nossos ruídos
Uma vida despojada de sentido
E assim nós vamos indo
Minha pequena mulher vai dirigindo
E assim nós vamos indo
Meu filho segue torcendo comigo
E assim nós vamos indo

Meus filhos foram me chamar
Um avião estava preso nos fios
Meus filhos foram me chamar
Um avião estava preso nos fios
Track Name: Zum Zum Zum Zazoeira
Quando eu morer
Uma nuvem de pó vai me suceder
Sem lampião
Talvez deite no escuro o meu coração

Mundo velho sem porteira
Abre e fecha sozinho o invisível portão
Como agente faz besteira
Um conto tonto um bumba meu boi na poeira
Sai debaixo da relva e mastiga as estrelas
Vem do meio da selva escura
Só zoeira

Zum zum zum zum zum zum zazoeira

Quando eu morrer
Zé Galinha vem correndo dizer
Lá no fundão
Morre mais um amigo do coração

Riu na hora de ouvir as asneiras
Que dele dizia o bom capelão
Como a gente faz besteira
Um conto tonto um bumba meu boi na poeira
Sai debaixo da relva e mastiga as estrelas
Vem do meio da selva escura
Só zoeira

Zum zum zum zum zum zum zazoeira
Track Name: Teu Inglês
Washington acha engraçado o teu ingles
Please come back

Se o mundo explodir em pedaços outra vez
Please come back, please come back

Eu só vejo o Oeste selvagem na TV
Please come back
E passeio no aeroporto sem ninguém
Please come back please come back
Track Name: Rock Europeu
Rock europeu, rock europeu, rock europeu
Uma punk varrendo
Palácios e cores que falham
Você nem imagina o que voce nao conheceu
Agora é tarde, é tarde
O meu saco já encheu

Profanos nos pequenos templos
O santo e o mistério de lisboa
Bateras no contratempo
Velhas estrelas escrotas

E só dentro de um hospício se vive na América
Viver num hospício é melhor que num pardieiro
Tudo foi sempre uma mera questão de dinheiro
O belo câncer no mundo das ideias

Voce não tem dinheiro
Você quer uma viagem
Não se esqueça de tirar o pó
Valsas amargas nas cidades